Projeto de lei converte setor da beleza em atividade essencial

  • 09/Out/2020

O setor da beleza de Goiânia pode ser classificado como atividade econômica essencial do município, ao lado de segmentos como os de alimentação e saúde. A proposta de mudança foi feita pelo Sindicato dos Proprietários de Barbearias, Institutos de Beleza e Afins do Estado de Goiás (Sindibeleza-GO) e apresentada pelo vereador Lucas Kitão (PSL) ao plenário da Câmara de Goiânia.

A nova classificação permite que as empresas do setor mantenham suas atividades funcionando normalmente mesmo em situações de calamidade, como a atual, com restrições impostas pela pandemia de Covid-19. "São consideradas essenciais as atividades prestadas pelos profissionais cabeleireiros, barbeiros, esteticistas, manicures, pedicures, depiladores, maquiadores e similares", afirma o texto do projeto de lei.

"Caso aprovado o projeto, Goiânia será a primeira capital do país a reconhecer que a beleza é essencial. Essa mudança será fundamental para o futuro dos negócios e dos empregos de empreendedores e trabalhadores", afirma o presidente do Sindibeleza, Marcelino Vitor Lucena. "Nossos agradecimentos ao vereador Lucas Kitão por apresentar, em nome do segmento", essa proposta.

"O projeto de lei é de grande relevância, visto que o segmento presta serviços que se encaixam claramente no conceito de higiene", afirma o vereador Lucas Kitão. "A atividade é essencial desde que tomadas as devidas precauções e orientações sugeridas pela Secretaria da Saúde", disse Kitão ao apresentar a proposta, que, para ser aprovada em dois turnos, com os votos da maioria simples dos vereadores.

COMENTÁRIOS

  • Não há nenhum comentário para está notícia. Seja você o primeiro a comentar!

ADICIONAR UM COMENTÁRIO


Central de atendimento

Possui alguma dúvida? Fale com Fecomércio!

BANNER | arq_banner_aleatorios/banner_aleatorios_1534427477.jpg
Google Maps Generator by embedgooglemap.net